01 | Sobre não estar bem e um céu azul.

Existem dias que as coisas parecem estar cinzentas. Dias em que o coração pede por uma cama, pelo escuro, por silêncio. Mas, irônica como a vida pode ser, são esses mesmos dias que a realidade te obriga a agir, se mexer, fazer coisas, sair por aí. Indiferente à nossa vontade, os segundos continuam a rolar, e se você parar: Você perde. Continuar lendo

Anúncios

Sobre uma menina de chocolate.

IMG_1529

Houve uma vez, alguns segundos atrás, uma menina feita de chocolate que me falou de palavras. Falou das minhas palavras. Aquelas que floresceram dentro de mim e quiseram sair como flor. Me disse ela que as minhas palavras eram como lareira no inverno. Daquelas que fazem você se aconchegar com um cobertor, bem pertinho, pra não perder o calor de nenhum chama que se desprende do fogo pro ar. Acredito que ela nem percebeu como essas palavras me tocaram, até ela ler essas linhas em forma de prosa. Continuar lendo

Uma conversa comigo mesma.

“E as gotas caem. Uma por uma, você as sente em seu cabelo, descendo pelo seu corpo, lavando a superfície dele. Você sabe que é artificial, sabe que aquela àgua não adiantará de nada para lavar aquilo que você realmente precisa. Sua alma. Você sente as lágrimas subindo a seus olhos, mas as segura. Você sabe que não deve chorar, sabe que não há motivo. E mesmo assim, as lágrimas teimosas insistem em querer sair de dentro de você. Continuar lendo

Vamos, menina.

“Então entenda, menina. Como pode alguém aparecer para poder completar seu coração de alegria, se seu interior já está repleto de lembranças tristes? Como pode algo bom entrar, se seu coração já está cheio de mentiras e do que passou? Vamos, menina, alegre-se. Limpe as gavetas das lembranças empoeiradas, largue-as ao vento, para que ele possa levar para bem longe e solte-se. Deixe seu coração voar tranquilo, deixe ele ser leve, criar asas. Para talvez, lá em cima, em meio as núvens, ele possa encontrar o que procura e se encher novamente. Se encher novamente de amor.”

Limye Chwet

PS: Para futuras anotações, eu acho que deveria seguir meu próprio conselho.

E o resto da vida pela frente.

Todo mundo cresce. Ninguém realmente quer crescer, mas é inevitável. Tem uma hora que você vai ter que deixar coisas para trás. Coisas que seguiram com você a sua vida inteira, coisas que fizeram você ser você. Coisas importantes, coisas que você nunca queria deixar. Mas você cresce, você muda, você amadurece. Continuar lendo

Uma conversa entre estranhos.

— É, eu também.

Sentada no banco da praça, ela olhava para o horizonte, perdida em pensamentos. Ela piscou, voltando para a realidade, se lembrando de onde estava. Olhou para o lado e viu um desconhecido sorrindo para ela.

— O-o quê?

Ele riu.

— Eu também me sinto assim. Sozinho. Como se nada nem ninguém pudesse pensar o que eu penso, sentir como eu sinto. Também me sinto isolado do mundo, como se esse não fosse o meu lugar. Continuar lendo