Querido Diário, Dia 43.

Curitiba, 05 de abril de 2012 — 23h35min

Existem momentos da sua vida que você sente-se completamente neutro, em relação a tudo. Na te incomoda ou te anima, nada te faz se sentir completamente decepcionada ou irritada, e você simplesmente vive o dia, como se ele fosse uma tarde de bar, tomando um café e olhando o movimento. Oco.

Por mais que tenha me sentido assim no dia de hoje, não quer dizer que minhas atitudes citadas no dia anterior não estejam acontecendo. Eu estou tomando um lado mais positivo sobre a minha vida, e exatamente por isso o dia foi completamente, natural. Não normal, porque nenhum dia é normal, já que todos se diferem, mas natural sim. Natural na questão de ter fluido numa leveza absurda, como o vento carregando uma folha amarela em um dia de outono.

Mas no finzinho desse dia mudo, eu senti um desejo praticamente incrontrolavel de testar uma maquiagem artística em mim, mas mesmo assim não consegui achar os materiais necessários. Uma pena.

Cozinhei alguns dos ovos de chocolate que darei nessa pascoa, porque, convenhamos, ovos de pascoa caseiros são bem mais deliciosos que os feitos em fábrica, e o dinheiro também não falta no bolso depois. Mas vamos ver no que isso vai dar.

Por hoje, o dia fica nesse estar, estar simplesmente. Sem complementos ou subjunções.

Desejo um ótimo chocolate quente com um gosto de loucura.

Limye Chwet.

Anúncios

Um pensamento sobre “Querido Diário, Dia 43.

Dê um oi, não precisa ter medo :3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s