Querido Diário, Dia 2

Curitiba, 6 de fevereiro de 2012 — 01h06min

É duro tentar se concentrar suficientemente quando na sua casa está acontecendo uma festa e seu namorado é do tipo que fala muito, mas, como prometido, aqui estou eu, escrevendo novamente pra vocês.

O calor continuar e parece que nunca vai acabar. A minha casa é quase tomada por mosquitos praticamente invisiveis que ficam te picando nos piores lugares ( como o pé ), e o pior de tudo é que você não os vê pra poder matar com todo o seu ódio, então o máximo que você pode fazer é dizer “okay” e passar um repelente, infelizmente o repelente não acaba com o calor também.

Um dia mais à favor da casa, arrumando coisas para o visual parecer limpo (ou seja, não necessariamente limpando as coisas), o que eu não acho muito certo, mas fazer o quê? Com essa bagunça e o tempo, é só o possível mesmo.

Projetos, ideias, treino e o silencio foram os highlights do meu dia. Principalmente o silencio. Poder deitar no chão, ao lado de quem amo, e apenas olhar as nuvens passando pela lua, sem o menor sinal de ruído é incrível. Ainda mais quando o silêncio é tão escasso na minha rotina.

Agora a cama me espera, depois de um dia longo e cansativo. Mas ainda preciso falar com a Lusyn sobre o que podemos fazer amanhã. Eu PRECISO vê-la depois de tanto tempo longe, ela faz falta demais e o abraço dela é apenas uma lembrança, já que não o tenho a mais de um mês.

Espero que tudo dê certo.

Um bom chocolate frio antes de deitar na cama e sonhar.

Limye Chwet.

Anúncios

Dê um oi, não precisa ter medo :3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s